Visão 2013

Publicações

Apresentação dos Livros: Didático e Acadêmico

 

Não seria possível a existência do sistema sócio-econômico contemporâneo sem a utilização de formas modernas de energia, especialmente combustíveis líquidos e eletricidade. Observa-se assim a existência de uma relação entre energia e desenvolvimento. Porém, a produção e o uso de energia resultam em impactos ambientais. Além disso, trata-se de uma indústria que exige vultosos investimentos. Em síntese, o desafio é garantir a segurança do suprimento ao menor custo possível e minimizando impactos ambientais.

No caso específico do setor de energia elétrica, a impossibilidade de estocagem exige equilíbrio instantâneo entre oferta e demanda e, por consequência, a plena coordenação da cadeia produtiva. Além disso, tratando-se de uma indústria de rede, é um setor que exige uma regulação econômica ativa com vistas a garantir o equilíbrio econômico-financeiro das empresas sem que haja a cobrança de preços abusivos.

Ao longo do Século XX, o setor elétrico se consolidou baseado na geração centralizada associada a extensas linhas de transmissão e distribuição com fluxos unidirecionais de energia. As reformas liberalizantes realizadas a partir do final da década de 1980 em muitos países estiveram restritas ao âmbito econômico. Em linhas gerais, o paradigma tecnológico pouco foi alterado ao longo dos últimos 120 anos.

Em contraste com esta realidade, o setor elétrico deverá passar por um amplo processo de transformação no decorrer dos próximos 20 anos. Já verifica-se uma tendência de descentralização da geração em muitos países em função da disseminação de geração a partir de fontes renováveis e alternativas. Soma-se a isso o início de investimentos em redes inteligentes. Concomitantemente, é preciso considerar a inserção dos veículos elétricos na frota, os quais impactarão não apenas a demanda por energia elétrica mas, também poderão atuar como armazenadores da geração a partir de fontes renováveis. É perceptível que a mudança do paradigma tecnológico causará alterações na lógica comercial e no ambiente de negócios das empresas do setor elétrico. Para isso, a regulação precisa evoluir com vistas a incitar e viabilizar estas inovações.

Embora estas transformações já estejam começando a ser verificadas em muitos países, no Brasil o processo ainda é bastante incipiente. Dada a importância do exame prospectivo de como estas mudanças deverão ocorrer no setor elétrico brasileiro, o projeto de P&d "A Energia na Cidade do Futuro" da CPFL Energia visa justamente através da construção da Visão 2030 analisar as perspectivas tecnológicas, comerciais e regulatórias para dar elementos aos agentes do setor elétrico discutirem como deverá ser o setor elétrico brasileiro na década de 2030 e o que deve ser feito para se chegar até lá.

Além de uma extensa revisão de bibliografias técnicas e acadêmicas sobre as linhas de pesquisa abordadas, o desenvolvimento do projeto contemplou um intenso contato com renomados especialistas, especialmente através da realização de workshops temáticos, e ampla discussão das questões com profissionais da CPFL por meio da realização de dinâmicas de grupos. Desta forma, foi possível construir a Visão 2030 e identificar variáveis de riscos.  

A Energia na Cidade do Futuro: uma abordagem didática sobre o setor elétrico
 


Faça o download:
Versão PDF 
Versão ePub*

* Para abrir arquivo em ePub você deve baixar:
- ADE - Adobe Digital Edition (Windows, iOS)
- iBooks (Apple)
- Kindle (Apple, iPad)

A CPFL Energia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, dá agora os primeiros passos rumo aos próximos 100 anos de sua centenária história.

Em parceria com GESEL/UFRJ e a Roland Berger, a CPFL Energia assumiu o desafio de liderar as discussões sobre o futuro do setor elétrico e das cidades. Fruto da vocação do Grupo para a inovação, o programa “A Energia na Cidade do Futuro”, um projeto de P&D patrocinado pela Aneel, reuniu alguns dos maiores especialistas nacionais e internacionais para refletir os desafios de prover a energia necessária ao desenvolvimento de nossas cidades em linha com a preservação do meio ambiente e do uso racional dos recursos naturais.

De forma didática e de fácil compreensão, este livro compila as discussões do projeto, estimulando o debate público sobre a forma como planejamos e administramos as nossas cidades. Pensar no mundo em 2030 começa hoje. 

Visão 2030 – Cenários, Tendências e Novos Paradigmas do setor elétrico
 


Faça o download:
Versão PDF 
Versão ePub*

* Para abrir arquivo em ePub você deve baixar: 
- ADE - Adobe Digital Edition (Windows, iOS) 
- iBooks (Apple) 
- Kindle (Apple, iPad)

A CPFL Energia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, dá agora os primeiros passos rumo aos próximos 100 anos de sua centenária história.

Em parceria com GESEL/UFRJ e a Roland Berger, a CPFL Energia assumiu o desafio de liderar as discussões sobre o futuro do setor elétrico e das cidades. Fruto da vocação do Grupo para a inovação, o programa “A Energia na Cidade do Futuro”, um projeto de P&D patrocinado pela Aneel, reuniu alguns dos maiores especialistas nacionais e internacionais para refletir os desafios de prover a energia necessária ao desenvolvimento de nossas cidades em linha com a preservação do meio ambiente e do uso racional dos recursos naturais.

No escopo do caráter de estímulo a reflexões inerente ao projeto, este livro é justamente uma coletânea de artigos escritos por especialistas referentes aos temas abordados no projeto. 

Relatórios

1. Novos Paradigmas de Consumo

Documento de apoio
Relatório Técnico 

2. Matriz Elétrica Brasileira – Fontes Renováveis

Documento de apoio
Relatório Técnico 

3. Matriz Elétrica Brasileira – Fontes Não-Renováveis

Documento de apoio
Relatório Técnico 

4. Mobilidade Elétrica

Documento de apoio
Relatório Técnico 

5. Distribuição Inteligente

Documento de apoio
Relatório Técnico 

6. Ambiente Estratégico de Negócios

Documento de apoio
Relatório Técnico 

7. Tendências Comerciais do Setor Elétrico

Documento de apoio
Relatório Técnico 

8. Economia de Baixo Carbono

Documento de apoio
Relatório Técnico 

9. Tendências Regulatórias

Documento de apoio
Relatório Técnico 

10. Relatório Final

Relatório Técnico